5.26.2015

EXTREMISTAS MUÇULMANOS QUEREM ERRADICAR CRISTÃOS DO IRAQUE, DIZEM REFUGIADOS

Nas últimas semanas, mais de 10 mil pessoas fugiram de comunidades predominantemente cristãs na região de Qaraqosh, cidade vizinha a Mosul, onde os membros do grupo ISIS (Estado Islâmico do Iraque e da Síria) invadiram e atacam violentamente os cristãos.
Qaraqosh, também conhecida como Bakhdida, é uma cidade histórica assíria com 50 mil habitantes, a 30 quilômetros ao sudeste de Mosul, que é a segunda maior cidade do Iraque. Uma reportagem do jornal norte-americano The Wall Street Journal afirma que a maioria dos 50 mil habitantes de Qaraqosh fugiram quando os extremistas islâmicos da ISIS e as forças curdas Peshmerga entraram em confronto na última semana. "Ninguém ficou na aldeia. Foi um caos total", disse um professor ao jornal.
"Agora, todos estes terroristas estão aqui de todo o Oriente Médio, e eles querem erradicar os cristãos. Não há mais ninguém para defender a igreja, e se eu tivesse a chance, eu ia sair também", afirmou um guarda armado de 35 anos de idade que ficou para defender uma igreja na cidade.
No Iraque, os cristãos são minoria da população, somando apenas 3% de todos os habitantes do país. "Os cristãos são o elo mais fraco da sociedade iraquiana, e nós sempre advertimos que seríamos vítimas em qualquer disputa", disse Bassim Bello, prefeito da cidade de Tilkif.


Nenhum comentário: